CICLISMO OESTE PAULISTA

16 junho 2017

Participei da copa Verde MTB !!! (copa ABD)

Olá leitores!!!

Finalmente participei de uma prova de ciclismo, para uma primeira vez, foi até melhor do que imaginava.

Os detalhes da prova você pode conferir AQUI. Foi a 3ª etapa que aconteceu em Junqueirópolis, dia 11/06.

Chegamos lá por volta de 8:20, muita gente já se encontrava lá, se preparando, se aquecendo.



A primeira coisa que fiz foi ir pegar meu número de prova, lá tomei ciência de que 300 atletas iriam participar do evento.

Não demorou muito para a partida rumo a largada ocorresse, que estava marcada para 9h, todos começaram o alinhamento e seguimos para uma das saídas da cidade, onde ocorreu a largada.




A categoria ELITE saiu na frente, e logo atrás a categoria ESPORTE também largaria, em seguida a categoria FEMININO.



Estava acostumado a percorrer 40km+, mas em ritmo de "passeio", nessa prova vi que o pessoal que participa é bem preparado, para meu desempenho pessoal, fui bem demais, mas longe de poder acompanhar o ritmo do pessoal.

O evento é organizado pela bike Center de Dracena, mas não se engane, a maioria dos participantes são de fora da cidade, arrisco dizer que tinha menos de 20 pessoas daqui, tinha pessoal de Maringá PR e também uma ilustre presença de um colombiano.

A copa ABD vai ter mais duas etapas, vamos ver se conseguiremos participar, próxima etapa será em Andradina, a última será aqui em Dracena.

Percurso da prova categoria SPORT que percorri:




Mais fotos que tirei do evento VER FOTOS

Com toda certeza foi o percurso mais rápido que fiz até hoje, 100% terra, média de 20km/h, próximos pedais posso dar uma apertada porque acho que dá sim 😂.

Parabéns ao vencedor LINIKER VILCHES, que terminou a prova com 1 hora e 11 minutos, média de 33,4km/h, percurso da categoria ELITE masculino, 40km.

E também a ADEILSA NASCIMENTO, que terminou a prova com 1 hora e 23 minutos, média de 28,7km/h percurso da categoria ELITE feminino, 40km.

Minha participação da Copa ABD por Sergio Sakate / Sidnei Silva VER FOTOS



Até o próximo evento!!!

forte abraço


12 junho 2017

Diferença entre CICLOVIAS, CICLOFAIXAS e CICLORROTAS

CICLOVIAS, CICLOFAIXAS OU CICLORROTAS?

Já que este tema está em alta e nem todo mundo sabe qual a diferença entre elas, a gente resolveu fazer este post explicativo.

Como os próprios nomes já deixam claro, todas as modalidades incentivam o uso de bicicleta. Algumas somente para o lazer, outras para o transporte e lazer.

O importante é deixar claro que a presença de ciclistas no espaço público não é uma questão a se concordar ou não. É um direito garantido pela Constituição e pelo Código Nacional de Trânsito: ciclistas têm os mesmos direitos de veículos, motos, ônibus e caminhões de trafegarem pelas vias de uso comum.

Existem somente duas exceções a isso: vias que possuem um espaço exclusivo para ciclistas e vias onde há placas sinalizando a regulamentação de que esse modal é proibido, normalmente por serem vias expressas com altos limites de velocidade.

Onde não existem estas duas exceções, ou seja, a maior parte do espaço público de todas as cidades do Brasil, a lei é clara: ciclista tem direito a trafegar nas vias de uso comum, pode ocupar uma vaga na faixa como faz um carro, e veículos e motos são obrigados por lei a manterem 1,5 m de distância lateral de cada ciclista. Em contrapartida como todos os outros meios de transporte, ciclistas devem respeitar as leis de trânsito estabelecidas e regulamentadas.

Vamos à diferenciação de cada uma das modalidades de divisão ou compartilhamento do espaço público por ciclistas:

CICLOVIA – ciclistas são separados do tráfego comum e dos pedestres numa faixa exclusiva delimitada com obstáculos físicos como barreiras de cimento, micro postes, etc.
Avenida Cruzeiro do Sul/ SP - Foto Cesar Ogata / SECOM

CICLOFAIXA – idêntica à ciclovia porém não tem delimitação física, apenas cores e faixas separam os ciclistas dos demais.
Viaduto do Chá/ SP - Foto José Cordeiro

CICLORROTA – são vias de uso comum com sinalização de que fazem parte de uma rota indicada para ciclistas, ou seja, que devido o espaço ser compartilhado, todos devem redobrar a atenção, veículos e motos devem diminuir a velocidade e as prioridades devem ser respeitadas: o mais forte deve proteger e dar preferência ao mais fraco. Essas vias são escolhidas por ligarem pontos importantes da cidade e por terem fluxo de trânsito mais brando favorecendo os ciclistas.
Rua Aviador Gomes Ribeiro/ Bauru - Foto Google

CICLOFAIXA DE LAZER – é uma ciclofaixa temporária normalmente ativada aos domingos e feriados, com sinalização e suporte da companhia de trânsito para que todos possam aproveitar a bicicleta como lazer.
Ciclofaixa de Lazer de Ribeirão Preto - Foto Google
Fonte: Movimento Conviva; Detran
Por Diogo Fugii

10 junho 2017

A ciclovia circular 'flutuante' HOVENRING - Da série: As mais incríveis ciclovias do mundo - Parte 02


Olá!
Dando continuidade à série de ciclovias incríveis espalhadas pelo mundo, hoje conheceremos o fantástico e futurista Hovenring de Eindhoven (Paises Baixos - Holanda).

Inaugurado em 29 de junho de 2012, o Hovenring, , uma rotatória suspensa criada especialmente para os ciclistas. proporcionou aos habitantes da cidade holandesa Eindhoven desfrutarem de um passeio de bicicleta sem interrupções nem riscos à sua integridade.
Com aproximadamente quase 72 metros de diâmetro, o anel procura diminuir o congestionamento de trânsito, ao mesmo tempo que maximiza a segurança do ciclista.
De longe, a rotatória parece estar flutuando sobre a via, já que a estrutura circular de 72 metros de diâmetro está unida a 24 cabos que, por sua vez, convergem em um poste central de 70 metros de altura. 
Sua construção foi idealizada porque pela via expressa circulam, aproximadamente, 25 mil veículos por dia, o que convertia o lugar em um setor perigoso para quem transitava de bicicleta, especialmente para as crianças, que pegam esse caminho para chegarem a seus colégios. Segundo o site BicycleDutch, a rotatória teve um custo total de 20 milhões de euros. 
O projeto para o Hovenring foi feito pela agência de design ipv Delft . 
O nome foi escolhido através de uma competição realizada entre a população de Eindhoven e Veldhoven. Literalmente, o nome significa "anel dos Hovens", referindo-se a Eindhoven, Veldhoven e Meerhoven (a área residencial onde o Hovenring é). Além disso, o nome refere-se ao anel suspenso do Hovenring, bem como ao anel e agulha (o pilão central) das luzes que são formadas pelas luzes que adornam a construção.. 

A construção começou em 11 de fevereiro de 2011. 
O novo cruzamento foi aberto em 30 de dezembro de 2011. 
Cerca de uma semana depois, o cruzamento foi novamente fechado para todo o tráfego, porque os cabos de suspensão foram encontrados para vibrar de forma considerada prejudicial.


Design
O Hovenring é oficialmente uma rotunda, mas na verdade é uma ponte circular fechada a cabo com o deck de 72 metros (236 ft) de diâmetro suspenso de um único pilão central de 70 metros de altura por 24 cabos. A construção inteira é feita de aço.

Iluminação
Coerente com a reputação de Eindhoven conhecida como "Cidade da Luz" (Eindhoven é a cidade da empresa Philips), o ipv Delft também desenvolveu o projeto lumínico para a Hovenring.

Um dos principais elementos está integrado à plataforma circular. O espaço entre o contra-peso e a plataforma foi equipado com lamelas de alumínio, chapas translúcidas e tubos de luz, resultando em um visível anel de luz à noite. Em conjunto com o pilar iluminado, o anel de luz garante uma aparência espetacular para a ponte à noite.
A iluminação funcional é integrada às pistas, onde LEDs iluminam a plataforma da ponte e asseguram o reconhecimento facial entre os usuários da ponte.

Luzes anexadas aos cabos e na superfície interna do contra-peso circular iluminam o cruzamento abaixo. Tanto durante o dia quanto à noite, o pilar da ponte atrai olhares, espetacular em sua simplicidade.
Resumindo, ela é estonteante!
E, se algum dia você viajar para os Países Baixos, não perca a oportunidade de passar por uma das mais bonitas construções feitas exclusivamente para ciclistas!

Fonte: https://hovenring.com/; https://en.wikipedia.org
Fotos: Google

08 junho 2017

Pedal de reconhecimento da Copa Verde MTB etapa junqueiropolis

Olá leitores!

Depois de duas semanas parado, por motivos maiores, pude voltar a pedalar!

Nesse período decidi participar e me inscrevi na 3ª Copa Verde, que vai acontecer em junqueiropolis.

A prova vai ser realizada dia 11/06 e para aproveitar, nesse último domingo (04/06), fiz o reconhecimento do trajeto, da categoria ESPORTE.

Parti de Dracena e portanto o percurso ficou uns 20km mais longo.

Nesse período que fiquei parado, notei uma pequena queda de rendimento, mas nada que me fez ficar mal fisicamente.

De posse da Navcity, gravei o percurso completo entre Dracena e Junqueirópolis indo pela pousada Bom Samaritano (qualquer dia desses vou percorrer alguns trechos para baixar tempo)



Algumas fotos que tirei com ela AQUI.

Fotos com celular:




Dia 11 está chegando, vai ser a primeira vez que participo de um evento, meu objetivo é terminar a prova, espero que o clima esteja favorável.

Pedal dia 04/06/17:



Foi o esquenta da prova que vira dia 11, o percurso e mais detalhes da prova, você pode conferir aqui: 3ª Copa Cidade Verde MTB 3ª etapa



Até a próxima!


Por Diogo Fugii

02 junho 2017

A ciclovia suspensa de Copenhague - Da série: As mais incríveis ciclovias do mundo - Parte 01

Olá,
Hoje começaremos uma série onde conheceremos as mais incríveis ciclovias ao redor do mundo.
Sei que nem todo mundo tem condições de deixar seu pais nativo para embarcar numa viagem de conhecimento real, sendo assim, ajudarei vocês a viajarem para esses lugares com a imaginação.
Hoje conheceremos a linda Cykelslangen (Ciclo da Cobra em português), a ciclovia suspensa de Copenhague (Dinamarca).
A ciclovia foi entregue a população em junho/ 2014, ela possui 235 metros de comprimento e quatro metros de largura e liga  a avenida Fisketorvet até Harbour Bridge.
Cykelslangen foi projetada pelos arquitetos Dissing e Weitling.
“Havia um elo perdido que forçava os usuários de bicicleta a usar as escadas ou fazerem um enorme desvio ao redor de um centro comercial”, diz Mikael Colville-Anderson, especialista em design urbano e CEO da Copenhagenize Design Company. “Esta solução proporcionou um rápido deslocamento de A-para-B a partir de uma ponte para bicicletas no porto, ao livrar-se frente a multidão de pedestres no porto.”
Não é apenas mais fácil para os ciclistas usarem, mas também mais divertido: Em uma cidade que é plana, a longa rampa laranja oferece um pouco de esforço na subida, e os ciclistas podem conferir a vista para o porto sem se preocupar que eles poderiam estar prestes a colidir com um pedestre no porto.
A cidade não planeja construir outras rampas elevadas, uma vez que esta se destina apenas para resolver um problema muito específico. “As bicicletas pertencem as ciclovias nas ruas, onde estiveram desde que a bicicleta foi inventada”, argumenta Colville-Anderson, que criticou os planos de Norman Foster para o que ele chama de Skycycle “ridícula”, em Londres.
“Nas ruas, as bicicletas estão contribuindo para o tecido urbano da cidade, bem como o comércio, a redução de tráfego de automóveis, etc”, acrescenta. “Colocar bicicletas em uma passarela segregada é uma idéia preferida daqueles que ainda acreditam que os carros têm prioridade em nossas cidades, e que fazem de tudo para manter o espaço.”
Copenhagen tem planos de construir seis novas bike-pontes sobre o porto. “Isso vai ser uma grande melhoria para priorizar a bicicleta como transporte”, diz Colville-Anderson. “Para projetar cidades para as pessoas, é necessário deixar de projetá-las para os carros.”
Fonte: Fast Company - Fotos: Google

01 junho 2017

3ª Copa Cidade Verde MTB - 3ª Etapa Junqueirópolis

Olá leitores,

Dia 11/06/17 vai acontecer a 3ª etapa da 3ª Copa Verde de MTB, que vai ser em Junqueiropolis.

A organizadora do evento é a Bike Center de Dracena, site: Bike Center Dracena - 3ª Copa Verde MTB

Inscrições no site Incentivo Esporte> Incentivo Esporte - 3ª Copa Verde MTB (apenas online)

Valor da inscrição: R$70,00 (direito a kit do evento + almoço)


3º Copa Cidade Verde de MTB, valida como a 3º Etapa da 16º Copa ABD Bike Center de MTB. A Prova será no estilo Maratona com 41Km para as categorias PRO e 35Km para as categorias ESPORTE.
Categorias
  • Até 15 anos
  • 16 à 19 anos
  • 20 à 24 anos
  • 25 à 29 anos
  • 30 à 34 anos
  • 35 à 39 anos
  • 40 à 44 anos
  • 45 à 49 anos
  • 50 à 55 anos
  • 56 Anos acima
  • Esporte Masculino até 35 anos
  • Esporte Masculino 36 anos acima
  • Esporte Feminino até 35
  • Esporte Feminino até 36 A 45 anos
  • Esporte Feminino 46 anos acima
  • Elite Masculino
  • Elite Feminino


As inscrições deverão ser feitas online através do site Incentivo Esporte com data limite até a quinta-feira que antecede a prova, ou quando atingir o LIMITE DE 200 ATLETAS PARA 3º ETAPA.
Não haverá inscrições no dia da Prova. (Inscrições somente online)
O valor da inscrição será o mesmo para todas as categorias, R$ 70,00 por atleta já incluso o almoço até o dia 08/06 ou até atingir o limite de 200 atletas.
R$ 80,00 nos dias 08 e 09/06 via depósito. No dia do Evento não receberemos inscrições!.
Na retirada do kit, o atleta ou responsável deverá apresentar a identidade original e comprovante de pagamento da taxa de inscrição no ato da retirada do kit. A categoria Esp. Masculino será destinada para atletas iniciantes ou que tenha pouca experiência, sujeito a avaliação do atleta, e aprovação da organização.


Organização e Realização: 
Prefeitura Municipal de Junqueirópolis-SP
Bike Center Eventos.
Apoio:
Bike Center Eventos.

É isso ai pessoal, estou pensando em participar desse evento, na categoria ESPORTE, caso eu decida, vamos ver como vai ser meu desempenho, vou sem nenhuma pretensão, apenas para terminar a prova.
Forte Abraço!
Por Diogo Fugii

31 maio 2017

Navcity NG100B - Primeiras impressões

Olá leitores!

O titulo já diz tudo, adquiri a câmera de ação Navcity NG100B recentemente e as primeiras impressões foram boas.

Comprei no site submarino, no valor de R$199,00, achei um bom custo beneficio, tendo apenas como base sites e videos no youtube, quando chegou pude ver que a imagem era fiel ao que vi.

A câmera vem com alguns acessórios de fixação e também um bastão se selfie.






Ela é bem leve e pelo preço, apresenta bastante robustez, os menus são fáceis de navegar, bastando apertar o botão power para navegar entre as opções: GRAVAÇÃO, FOTO, VISUALIZAÇÃO E OPÇÕES.

Segundo as especificações, ela filma em Full HD (1920x1080) em 30fps, tira fotos até 12mb (4032x3024), a bateria dura cerca de 70 min em hd e 40 em full hd.

Pagina do fabricante: Navcity NG100B

Manual do Usuário: Manual NG100B


Testei nesse final de semana (28), como não estava muito legal, resolvi dar uma mini pedalada por dentro da cidade mesmo, para não passar batido outra semana sem pedal. (novamente dei uma de reparador no telhado de casa 😥), tirei algumas fotos e fiz um vídeo rápido.





Vídeo do pequeno trecho que filmei > 

Outro vídeo> Video teste 2

(obs.: como estava com dois pauzinhos de bateria, nem me atentei de recarregar, no percurso como esperado, acabou a bateria, não consegui registrar muita coisa)

Nos próximos pedais novos videos virão!

Até a próxima!



Por Diogo Fugii

30 maio 2017

Pedalar = + Saúde!

Pedalar numa intensidade baixa, segundo relatório da organização mundial da saúde, pode aumentar a capacidade física, se a atividade for repetida pelo menos três vezes por semana numa distância de 6 km, e ainda recomenda o uso da bicicleta para melhorar a saúde pública mundial.
É importante lembrar que:

  1. pedalar aumenta a circulação sanguínea no cérebro e, portanto, seu raciocínio se torna mais claro;
  2. o ciclismo é considerado um dos esportes mais eficazes para a prevenção de problemas cardíacos;
  3. o uso diário da bicicleta é indicado no tratamento da obesidade devido ao aumento de gastos calóricos;
  4. o ciclismo é um dos esportes aeróbicos mais eficientes que existem, previne vícios de postura por fortalecer a musculatura como um todo(membros inferiores, superiores, tronco e pescoço); doenças do tipo metabólico(excesso de açúcar no sangue) e a osteoporose ( processo gradativo de redução da quantidade de cálcio e fósforo do sistema ósseo);
  5. o ciclismo tem demonstrado um sensível aumento na produção de hormônios como o do crescimento pela estimulação da Glândula Hipófise;
  6. 20 minutos de pedaladas consomem as 160 calorias (o equivalente a uma latinha de cerveja);
  7. 5.000 bicicletas em circulação representam 6,5 toneladas a menos de poluentes no ar.

28 maio 2017

Dicas para pedalar com segurança

Confira algumas dicas para pedalar sem correr riscos e obter melhores resultados com esta atividade:

  • Antes de iniciar, consulte um médico e realize exames para assegurar que você está apta a realizar essa atividade. Se você tem algum problema de saúde ou mais de 40 anos, a consulta ao médico é ainda mais importante; 
  • Escolha uma bicicleta que seja compatível com seu biótipo. A altura do quadro é muito importante para que o exercício não ofereça perigo ao corpo. Converse com um especialista. Veja estes Links: http://microify.com/2GGJ e http://microify.com/2GGT;
  • Ajuste o banco de forma que a coluna fique reta, o abdome contraído e as pernas semiflexionadas;
  • Use roupas adequadas, como calças justas, leves e flexíveis, além de capacete e luvas; 
  • Para quem pretende andar em vias publicas, atenção redobrada às regras de trânsito;
  • Faça alongamento antes e depois e não pedale mais do que seu corpo permite. Você é o único que sabe dos limites do seu corpo, por isso respeite-os;
  • Ao percorrer longas distâncias, lembre-se de ingerir líquidos durante o percurso e também de aplicar protetor solar.

Fonte: Prof. Sérgio Nunes

25 maio 2017

Dicas para se alimentar no pré, durante e pós treino.

Para garantir o melhor desempenho esportivo, a alimentação pré, durante e pós-atividade deve ser rica em carboidrato, pois é a principal fonte de energia do organismo. Mas deve-se saber escolher a qualidade do carboidrato para obter o efeito desejado.
Pré-treino

Consumir os alimentos de 30 minutos a uma hora antes do treino.

Prefira suco de frutas de caixinha com açúcar, bolachas e bolos simples, torradas, pães, milho, batata, mandioca, arroz branco, trigo refinado, geleia, mel, frutas de alto índice glicêmico, como a banana, figo, uva, manga, damasco, uva passa, banana passa, tâmara, ameixa seca.

Evite excesso de proteína, como queijos, iogurte, leite, carnes, excesso de gordura, como margarina, manteiga, queijo e molhos gordurosos, frituras, alimentos industrializados ricos em gordura, como sorvete, bolachas recheadas, excesso de fibras, como cascas e bagaços das frutas, alimentos integrais, farelos de cereais e barrinha de cereal.
Exemplo de lanche: uma banana mais um punhado de uva passa ou uma fatia de pão com geleia ou suco de três frutas diferentes.

Durante o treino

Quando a prática é desportiva, sem fins competitivos, a água supre a necessidade de hidratação para atividades com duração máxima de uma hora. Se ultrapassar uma hora, bebidas isotônicas devem ser ingeridas.

Para fins competitivos é mais indicado o consumo de bebidas esportivas. Nos treinos de ciclismo de curta duração (até uma hora) e alta intensidade, é indicado o uso de bebidas isotônicas e gel de carboidrato.

Nos treinos longos, poderá ingerir alimentos de fácil digestão, como frutas sem bagaço e casca, maçã, banana ou pêra, sanduíches com pouca proteína, fibra e gordura, como bisnaguinha com um pouco de requeijão light, bolos e bolachas sem recheio, suco de frutas ou gel de carboidrato. Preste atenção na sua tolerância gástrica. A bebida isotônica também poderá ser consumida ao longo do treino para garantir a hidratação e suplementos hipercalóricos diluídos em água para repor as perdas de carboidrato, proteína e gordura, e também fornecer energia.

Pós-treino

O objetivo da alimentação no pós-treino é recuperar a energia do músculo.

Essa refeição deve acontecer até duas horas após o término da atividade física e deve conter todos os nutrientes, carboidrato, proteína e gordura.

Exemplo do almoço ou jantar: um prato de macarrão com molho de tomate acompanhado de uma carne grelhada ou purê de batatas com peixe grelhado, verduras e legumes variados temperados com azeite de oliva, e uma fruta de sobremesa.

Exemplo de lanche: sanduíche de pão integral com pasta de atum, preparada com requeijão light ou ricota, alface e cenoura ralada e um suco de frutas ou iogurte desnatado com cereal e morangos picados.

Foto: fisher.photostudio / Depositphotos
Fonte: Revista Bicicleta